Principio 2: Leia a passagem dentro do seu contexto

de Tremper Longman III

Na Bíblia, assim como em toda boa literatura, devemos ter uma compreensão do todo a fim de apreciar e entender as partes. Nunca deveríamos tratar um livro da Bíblia como uma coleção de passagens isoladas. São histórias, poemas e cartas conectadas. O significado dos versos pode ser descoberto no fluxo de todo o fragmento literário.

Este princípio não nos impede de abrirmos um livro bíblico no meio e ler uma parte, porém deveríamos fazê-lo somente se tivermos uma compreensão básica de como a passagem se encaixa na mensagem do livro todo. Em outras palavras, quando lemos pequenas porções e versículos das Escrituras, devemos ter um grande cuidado. Caso contrário, podemos distorcer a mensagem de Deus.

Como um novo cristão que espera obedecer a Deus, um dia, um amigo procurou nas Escrituras orientação acerca de casamento. Seus olhos caíram em1 Coríntios 7.27: "Estás casado? Não procures separar-te. Estás livre de mulher? Não procures casamento." Primeiramente, esse fato o confundiu, e, como cresceu numa igreja tradicional que prezava pelo celibato do sacerdócio, isso não lhe pareceu tão distante do seu objetivo. Mas, conforme lia o contexto do livro todo, ele percebeu, para seu alívio, que Paulo não proibia os cristãos de se casarem.

O contexto inclui mais do que apenas os parágrafos que vêm antes e depois de um texto. Inclui um cenário histórico temático muito mais amplo. Por exemplo: considere Gênesis 50.20, quando José disse: "Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como vedes agora, que se conserve muita gente em vida." Se você observar o contexto imediato, veremos que ele está falando com seus irmãos imediatamente após a morte de seu pai. Para compreender a que ele está se referindo, precisamos ler o contexto todo da história de José em Gênesis 37.1-50. Apenas desta maneira veremos que os irmãos de José o venderam aos mercadores midianitas, que o levaram ao Egito. Também observamos como Deus usou más ações humanas para colocar José numa posição de poder e, finalmente, permitiu que ele salvasse a sua família.

Entretanto, há um contexto maior a considerar. Se lermos Gênesis 50.20 à luz de todo o livro de Gênesis, resgatamos a promessa que Deus deu a Abraão — a respeito da terra e dos seus inúmeros descendentes. Sem dúvida alguma, José reflete o passado e suas declarações mostram a sua consciência de que Deus havia dirigido a má intenção de seus irmãos, a fim de preservar a linha familiar e de cumprir as promessas de Deus feitas a Abraão.

Entretanto, ainda não terminamos com o contexto. O contexto último de qualquer passagem particular é a Bíblia toda. À medida que lemos a Bíblia, vemos que ela apresenta muitos paralelos com as declarações de Moisés, entretanto nenhuma foi tão nítida quanto as palavras de Pedro descrevendo a morte de Jesus. Em Atos 2.22-24, Pedro disse que Jesus foi morto por homens que tinham intenções maldosas, porém Deus usou aquelas intenções para salvar muitos dos seus pecados.

Podemos aprender a ler o contexto através da leitura de todos os livros da Bíblia, ao invés de simplesmente lermos fragmentos dela. Se você consegue sentar-se por duas ou três horas para ler um romance, tente fazer o mesmo com Isaías ou Atos dos Apóstolos, entretanto certifique-se de que está usando uma versão contemporânea. Sempre que ler uma pequena passagem, leia-a com um resumo do livro inteiro em mente ou com a ajuda de um bom comentário.

A natureza precisa do contexto pode diferir de um livro para o outro. O contexto dos livros históricos se originam do curso de eventos na história. Nas epístolas ou nas cartas, uma idéia constrói a outra. Em Provérbios, capítulos 10 a 31, há um contexto solto. Nestes capítulos, um provérbio expressivo — sobre a preguiça, por exemplo — é seguido por dois sobre a língua e, então outro sobre a preguiça novamente. Mesmo assim, em todos os livros bíblicos, deveríamos ter uma visão do livro todo quando estudamos uma parte dele. Sempre questione como aquela passagem pode encaixar-se com a mensagem do livro todo, e até mesmo com toda a Bíblia.

[Nas próximas semanas, Deus permitindo, iremos reproduzir nesta seção outros princípios básicos de hermenêutica do livro “Lendo a Bíblia com O Coração e a Mente” de Tremper Longman III.]

Copyright © 2003 Editora Cultura Cristã. Todos os direitos reservados. Reproduzido com a devida autorização.

O livro de Tremper Longman III do qual este texto foi extraído, "
Lendo a Bíblia com O Coração e a Mente", pode ser encomendado da Editora Cultura Cristã selecionando a capa do livro ao lado:  


08/09/2005