30 Maio    



 

“Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa vocês receberão? Até os publicanos fazem isso! E se saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso!”

Mateus 5:46-47

Pensamento: Antes de você se tornar Cristão, quantas pessoas oraram por você apesar da sua ignorância e sua resistência ao chamado do Evangelho? Alguns de nós vivíamos mesmo como inimigos de Cristo. No entanto, Ele, por meio dos seus servos aqui, ainda nos chamou. Não é isso que Ele quer que nós façamos agora com outros que, na ignorância, ainda vivem como seus inimigos? Não somos chamados a amar atos ou atitudes pecaminosas e não podemos dar vista grossa ao pecado. Embora não compactuemos com coisas erradas, devemos amar pessoas apesar dos seus atos e atitudes, lembrando que elas também são filhos perdidos do nosso Pai. Amamos até nossos inimigos porque Deus os ama. Tratamo-los como Deus nos tratou quando ainda éramos inimigos dele (Rom 5:6). Oramos pela conversão deles, como outros um dia oraram por nós. Se você hoje está em Cristo você é a melhor prova de que o amor de Deus por seus inimigos é uma força poderosa para ganhar de volta seus filhos perdidos. Se somos de fato filhos de Deus, não pode haver em nós desejo maior do que este. E como é que Deus comunica seu amor para seus filhos perdidos? Não é através de nós, os salvos?

Oração: Peço que o Senhor mude não só meus atos, mas também o meu desejo e o meu querer para que eu possa amar a todos, inclusive os que me odeiam. Nesse mesmo momento eu quero orar por todos em quem posso pensar que um dia me prejudicaram. Ajude-os, Pai, a conhecerem e se converterem a Jesus. Em nome de Jesus eu oro. Amém. || Veja a imagem: http://www.iluminalma.com/img/il_lucas6_27.html

Dennis Downing é o autor do devocional diário "Jesus disse...",
Copyright © 2006-2008, Dennis Downing. Todos os direitos reservados. As citações bíblicas são da Nova Versão Internacional (Nda Sociedade Bíblica Internacional (www.sbibrasil.org.br), salvo indicação em coário.