28 Junho    



 

“Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem!”

Mateus 7:11

Pensamento: Você já teve medo de pedir algo a Deus? Deus, eu devo aceitar ou não aquele emprego? Senhor, eu devo me mudar ou não para aquela cidade; namorar ou não aquele rapaz ou aquela moça? Como devo usar esse dinheiro, ou aquele bem ou esse tempo que o Senhor me deu? Por que será que às vezes temos medo de perguntar estas coisas a Deus? Será que no fundo tememos que Ele nos mandará para aquele canto esquisito, trabalhar num emprego chato, ou gastar “nosso” dinheiro onde não queremos? Será que temos medo que a resposta dEle àquele namoro será “não”, e é por isso que “esquecemos” de pedir? Nosso medo de Deus é engano do inimigo. Deus não é um tirano distante que só quer saber dos nossos pecados e mandar a gente para uma vida sofrida de privação. Deus é um pai amoroso que deseja, pode e vai nos dar coisas boas. Porém, temos que fazer exatamente isso – acreditar nEle. Precisamos confiar nEle. Senão, nem pediremos e nem saberemos o que perdemos. Confie em seu Pai. É dEle que vêm todas as coisas boas que você tem, que até hoje você já teve, ou um dia terá. E você terá muito mais, do bom e do melhor. Basta continuar crendo e confiando em seu Pai.

Oração: Nosso Pai, coisa boa é ser seu filho. Antes vivíamos sem nome, sem herança e sem futuro. Mas agora, graças ao amor de Jesus, fazemos parte da grande família de Deus. Confiamos que o Senhor nos dará qualquer outra coisa que precisamos. Se o Senhor não nos der, é porque é melhor para nós. Satisfeitos e confiantes no amor do Senhor, agradecemos em nome de Jesus. Amém. || Veja a imagem em http://www.iluminalma.com/img/il_mateus7_11.html

Dennis Downing é o autor do devocional diário "Jesus disse...",
Copyright © 2006-2008, Dennis Downing. Todos os direitos reservados. As citações bíblicas são da Nova Versão Internacional (Nda Sociedade Bíblica Internacional (www.sbibrasil.org.br), salvo indicação em coário.