24 Agosto    



 

“Pois eu vim para fazer que o homem fique contra seu pai, a filha contra sua mãe, a nora contra sua sogra;os inimigos do homem serão os da sua própria família”.

Mateus 10:35-36

Pensamento: Aqui Jesus explica o tipo da situação em que ele veio trazer uma espada. Em qualquer relacionamento onde pelo menos uma das partes rejeita a paz de Jesus haverá conflito. Esta espada não é para matar. É para separar. Talvez melhor dito, é para revelar a separação que já existe. Cada decisão que o discípulo toma que o leva mais próximo de Jesus, leva-o mais distante de qualquer um que não se submete também a Jesus. Isso aumenta numa proporção igual à importância daquele relacionamento. Filhos que seguem Jesus e querem que ele determine seus planos sobre carreira, casamento e qualquer outra coisa, enfrentarão a oposição de pais e irmãos que não têm Jesus como Senhor. Pais que querem criar seus filhos em obediência a princípios bíblicos enfrentarão a resistência e oposição de filhos que não têm Jesus como Senhor. A espada de Jesus passa para mostrar a separação e a morte espiritual que a rebelião dos homens contra Deus produz. Onde é mais sentida? Nos relacionamentos mais próximos. Beare observou que o efeito final da presença de Jesus em nossas vidas é reconciliação com Deus e paz eterna; mas, o efeito imediato é freqüentemente conflito. A alienação familiar devido a nossa submissão a Jesus, para alguns "é mais difícil de agüentar que o perigo de prisão, tortura ou morte." É exatamente por isso que Jesus não cede lugar. A nossa vida eterna depende na firmeza do Senhor. A vida eterna de pais, filhos e irmãos, também dependem na nossa firmeza. Vamos lembrar que Jesus passou pessoalmente por essa experiência (Mc 3:21). Se você passa por conflitos em família por causa de Jesus, ore a ele e peça ajuda. Jesus conhece intimamente sua situação, e ele lhe dará a força e a graça que você e seus amados precisam. Que você possa amar a sua família terrestre ao ponto de m dia, pela graça do Senhor e pela sua influência e amor, eles venham a fazer parte da sua família espiritual. Aí, juntos estarão unidos pela eternidade. Isso é um amor que vale qualquer sacrifício.

Oração: Pai, eu lhe agradeço porque Jesus me mostrou claramente que só há um lugar no meu coração que ele aceita – primeiro. Eu quero ele lá todos meus dias e para todo mundo ver. Por favor, mostre-me quando eu permito outras pessoas ocuparem este lugar sagrado. Que elas possam descobrir seu devido lugar, não só no meu coração, mas no Reino dos Céus pela eternidade. Em nome do Rei, eu oro e agradeço. Amém. || Veja a imagem de hoje: http://www.iluminalma.com/img/il_mateus10_35-36.html || Se você é um líder precisando de ânimo e direção, não perca a próxima conferência nacional do Instituto de Liderança Internacional (ILI) em Recife! Veja mais detalhes aqui: http://www.hermeneutica.com/mensagens/ILI_Recife.html

Dennis Downing é o autor do devocional diário "Jesus disse...",
Copyright © 2006-2008, Dennis Downing. Todos os direitos reservados. As citações bíblicas são da Nova Versão Internacional (Nda Sociedade Bíblica Internacional (www.sbibrasil.org.br), salvo indicação em coário.