Co-trabalhadores com Deus

de Max Lucado

É, de fato, um dia maravilhoso quando paramos de trabalhar para Deus e começamos a trabalhar com Deus. (Leia esta frase novamente).

Durante muitos anos eu vi Deus como um compassivo presidente de uma empresa, e encarava o meu papel como o de um leal representante de vendas. Ele tinha o seu escritório, e eu tinha o meu território. Eu poderia entrar em contato com Ele quantas vezes quisesse. Ele estava sempre tão próximo quanto uma ligação telefônica ou a transmissão de um fax. Ele me encorajava, coordenava todas as coisas e me dava apoio, porém não ia comigo. Pelo menos eu pensava que não ia. Então um dia li na Bíblia uma passagem em 2 Coríntios 6.1, que diz: "E nós, cooperando também com ele..."

Cooperando com Ele? Colaboradores? Deus e eu trabalhamos juntos? Imagine a mudança de paradigma que esta verdade cria. Ao invés de apenas nos reportarmos a Deus, trabalhamos com Deus. Ao invés de nos hospedarmos com Ele e depois partirmos, hospedamo-nos com Ele e o acompanhamos. Estamos sempre na presença de Deus. Nunca estamos fora da igreja. Não existe momento que não seja sagrado. A presença dEle nunca diminui. Nossa consciência com relação à sua presença pode falhar, mas a realidade de sua presença nunca muda...

A segunda Carta aos Coríntios 6.1 nomeia os que crêem em Deus como companheiros de trabalho ou, mais comumente, cooperadores de Deus.

O que aconteceria a seu trabalho secular diário se você realmente acreditasse que está trabalhando lado a lado com o único Deus verdadeiro? Trabalharia mais intensamente? Daria o melhor de si em todas as coisas, sabendo que Deus estaria presente na etapa seguinte?

Será que a vida em si seria mais fácil de se conduzir sabendo que o Todo-Poderoso segue lado a lado com você? (de Max Lucado no livro "Simplesmente Como Jesus", copyright CPAD, 2000)


Veja também a Homenagem ao Trabalhador Informal.


20/04/11