Um Manto de Amor
de Max Lucado

Em meu primeiro ano na universidade, estava fascinado por um movimento de cristãos a milhares de quilômetros de distância do meu campus. Alguns de meus amigos decidiram passar o verão na maior igreja deste movimento, e ser discípulos. Quando tentei fazer o mesmo, todas as portas se fecharam. Um problema após o outro com as finanças, a logística e a viagem.

Surgiu uma segunda oportunidade: passar um verão no Brasil. Nesse caso, todas as portas em que bati se abriram. Duas décadas e meia depois vejo como Deus me protegeu. Aquele movimento se transformou em uma seita perigosa e opressora. O período no Brasil introduziu-me à graça libertadora e alegre. Deus não me protegeu? Deus não nos protege?

Ele não faz por nós o mesmo que fez pela mulher acusada de adultério? Ele a protegeu das pedras atiradas contra ela. E os seus discípulos? Ele os protegeu da tempestade. E aquele que estava endemoninhado? Ele o protegeu do próprio inferno. Ora, Jesus até mesmo protegeu Pedro dos cobradores de impostos, providenciando o pagamento.

E você? Ele já o protegeu de um mau relacionamento? Já o protegeu de um emprego inadequado? Já o livrou ou guardou de _______________ ? (complete a frase com sua própria experiência). "Como as aves voam, assim [o Senhor dos Exércitos] amparará a Jerusalém" (Is 31.5). "Fiel é o Senhor, que vos confortará e guardará do maligno" (2 Ts 3.3). "Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos" (SI 91.11). Deus o protege com um manto de amor.

Você não adoraria fazer o mesmo por Ele? E, se lhe fosse dado o privilégio de Maria? E, se o próprio Deus fosse colocado como um bebê em seus braços? Você não faria o que ela fez? Ela "envolveu-o em panos" (Lc 2.7).

O menino Jesus, ainda úmido, recém-saído do ventre de Maria, certamente sentia frio. Então sua mãe fez o que qualquer mãe faria. Fez o que o amor faz. Ela o cobriu.

Três décadas depois outra pessoa que amava a Cristo fez o mesmo. Nessa ocasião o corpo de Jesus não estava frio devido ao clima ou à temperatura daquele dia; tratava-se do frio da morte. José de Arimatéia tinha descido o corpo da cruz. Da mesma maneira que Maria limpou a criança ao sair de seu ventre, José também preparou o Salvador para o túmulo. Ele lavou o cuspe de sua face e limpou o sangue de sua barba. "E José, tomando o corpo, envolveu-o num fino e limpo lençol" (Mt 27.59).

Maria vestiu o bebê. José limpou o corpo.

Você não apreciaria uma oportunidade de fazer o mesmo? Você tem uma oportunidade. Essas oportunidades aparecem em seu caminho todos os dias. Jesus disse:

Estava nu, e vestistes-me... E, [as pessoas perguntaram] quando te vimos estrangeiro e te hospedamos? Ou nu e te vestimos?... E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes" (Mt 25.36,38,40).

Você conhece alguém que está ferida e amedrontada? Você conhece alguém, como Adão e Eva, que está cheio de culpa e embaraço? Você conhece alguém que precisa de um manto de amor? Você conhece alguém que precisa de um pouco de proteção? Claro que sim. Então dê essa proteção.

Pague a conta do gás para um casal idoso em dificuldades.

Prometa a seus filhos que, com Deus ao seu lado, eles nunca conhecerão um dia sem comida ou uma noite sem lar.

Diga ao seu marido que você faria tudo novamente e convide-o para outra lua de mel.

Certifique-se de convidar seus amigos divorciados para as suas festas.

E se encontrar uma alma ferida, trêmula e abalada em uma maca da vida, ofereça um avental e deixe uma rosa.

Veja também de Max Lucado "Cristo Redentor" e "Vivo".


  Copyright © 2003 para língua portuguesa da Casa Publicadora das Assembléias de Deus. Todos os direitos reservados. CPAD