Ele se afastou deles a uma pequena distância, ajoelhou-se e começou a orar: “Pai, se queres, afasta de mim este cálice; contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua”. Lucas 22:41-42

Pensamento: Jesus expressou seus sentimentos com sinceridade a Deus. Uma coisa é se rebelar contra Deus. É outra coisa se abrir diante dEle. Embora Jesus estivesse decidido a fazer a vontade de seu Pai, ele também falou abertamente com Deus de seu medo e receio. Se você enfrenta agora ou um dia enfrentar uma crise de obediência a Deus, lembre-se do exemplo de Jesus. A vontade de Jesus era diferente da vontade do Pai. Ele confessou isso ao Pai e pediu outra saída. Mas, quando Jesus viu que não havia outro caminho, ele se submeteu. Estas palavras frisam bem que a morte de Jesus não foi nenhuma derrota. Ela foi, do começo ao fim, uma vitória para Deus e seu glorioso Filho Jesus. Na hora da sua decisão, confie em seu Pai. Seja qual for a conseqüência, faça tudo para a honra e glória de Deus. Você verá no final que a vontade dEle é sempre melhor.

Oração: Não há outro caminho, senão aquele que o Senhor nos mostrar. Amado Pai, mostre-nos sempre o seu caminho e permita que tenhamos fé suficiente para trilhá-lo. Sabemos que seguindo apenas mais um pouco adiante encontraremos Jesus à nossa espera. Em nome de seu Filho Amado nós oramos. Amém. || http://www.iluminalma.com/img/il_lucas22_20.html

Dennis Downing é o autor do devocional diário “Jesus disse…”,
Copyright © 2006-2009, Dennis Downing. Todos os direitos reservados. As citações bíblicas são da Nova Versão Internacional (Nda Sociedade Bíblica Internacional (www.sbibrasil.org.br), salvo indicação em coário.

Assine o Devocional
Jesus Disse

365 dias nas palavras de Jesus.
É gratuito! Insira seu Email aqui:

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Ao clicar em 'Aceitar', você consente com a utilização de cookies.