“Portanto, eu lhes digo: Tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá. E quando estiverem orando, se tiverem alguma coisa contra alguém, perdoem-no, para que também o Pai celestial lhes perdoe os seus pecados.” Marcos 11:24-25

Pensamento: Alguns intérpretes vêem estes dois versículos como ditados isolados, sem ligação. No entanto, se compreendemos quão importante a reconciliação, fruto do perdão, era para Jesus, nós vemos como um anda junto com o outro. Como é que Deus pode ouvir as orações de um filho que não perdoa outro? É certo que nosso perdão eterno também depende disso. Mas, se queremos que Deus nos ouça aqui temos que perdoar como já fomos perdoados. Meu perdão é uma fonte inesgotável de bênçãos para outros, desde que eu esteja disposto a dá-lo. A partir do momento em que eu recuso dar do meu perdão, como é que eu posso pedir qualquer outra coisa a Deus?

Oração: Pai bondoso, o Senhor derramou a riqueza do seu perdão sem limites na minha vida. Eu às vezes seguro meu perdão como se fosse a única coisa que me resta. Perdoe-me por isso e ajude-me a ver quão rico em perdão eu sou e a reconciliar-me com meu irmão. Em nome de Jesus eu oro. Amém. || Veja a imagem especial: http://www.iluminalma.com/img/il_marcos11_25.html

Dennis Downing é o autor do devocional diário “Jesus disse…”,
Copyright © 2006-2009, Dennis Downing. Todos os direitos reservados. As citações bíblicas são da Nova Versão Internacional (Nda Sociedade Bíblica Internacional (www.sbibrasil.org.br), salvo indicação em coário.

Assine o Devocional
Jesus Disse

365 dias nas palavras de Jesus.
É gratuito! Insira seu Email aqui:

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Ao clicar em 'Aceitar', você consente com a utilização de cookies.